O que você faz quando se sente sozinho?

solidaoA solidão é um sentimento no qual o ser humano sente uma profunda sensação de vazio e isolamento; é um sentimento muito maior do que estar simplesmente desacompanhado.

Estar sozinho pode ser visto como uma experiência positiva, prazerosa e trazer alívio emocional para as pessoas que não sofrem de solidão ou pode ser uma experiência totalmente desagradável e agonizante para as pessoas que padecem de solidão.

Qual a grande diferença entre o “estar só” e a solidão?

A grande diferença é que estar só pode expressar o prazer de estar sozinho, enquanto que a palavra “solidão” pode expressar a dor de sentir-se sozinho.

Milhões de pessoas sofrem diariamente de solidão, um sentimento acompanhado de uma profunda sensação de vazio, falta de controle e total abandono.

O isolamento físico pode contribuir para sentimentos de solidão, porém as pessoas podem muitas vezes sentir-se solitárias estando em um casamento, convivendo com a família ou estando no meio da multidão.

Como a solidão relaciona-se com a dependência química?

A dependência química em álcool e outras drogas costuma ser classificada como a doença da solidão. Esta doença tem o poder de afastar o adicto das demais pessoas, fazendo com que apenas dialogue consigo mesmo.

Isto porque um dos efeitos das drogas é fazer com que o dependente químico se sinta depressivo, sozinho e isolado, mesmo estando em meio a centenas de pessoas.

Este isolamento não é apenas mantido pela sociedade que o descrimina, mas pelo próprio dependente, que passa a apresentar uma visão distorcida da realidade, torna-se mais agressivo e intolerante e passa a repudiar as pessoas que antes faziam parte de seu convívio comum. Ele vai dar prioridade apenas aos seus companheiros de uso.

Com o passar do tempo e a evolução da doença, o dependente passa a se isolar cada vez mais, consumindo maiores quantidades da droga e sozinho, em locais onde não será incomodado e este ciclo vai se tornando cada vez mais vez mais forte.

Quando este mesmo indivíduo é encaminhado para um tratamento, a ressocialização deve fazer parte de seu processo de recuperação para que possa ir retomando sua vida junto à sociedade e familiares e ir reaprendendo e se relacionar com as pessoas.

Manter o dependente químico isolado devido ao estigma criado, é torná-lo vulnerável para retomar padrões de comportamento anteriores – que o levarão novamente ao uso de substâncias.

Não podemos esquecer que a grande maioria dos dependentes, encontraram em seus “amigos” ou “parceiros de uso” alguém que os escutavam, que os compreendiam e os aceitavam – pois muitas vezes sentiam-se verdadeiros estranhos dentro de seus próprios lares.

Portanto, a solidão e o isolamento são o pior caminho para um dependente químico. Quando um adicto em recuperação se sentir sozinho deve buscar ajuda de seu grupo de apoio, deverá jamais se isolar.

Um dependente químico em recuperação tem o desafio eterno de aprender a se relacionar, a ouvir e participar efetivamente da vida das pessoas com quem convive e ama.

Sergio Castillo
Clínica Grand House
www.grandhouse.com.br
Tel: 11 4483-4524 / 4419-0378

Siga-nos em nossas fan pages: 
O Piloto por Uma Vida Sem Drogas 
Por Uma Vida Sem Drogas 
Clínica Grand House
Clínica Grand House – Por Uma Vida Sem Drogas

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s