As drogas e a impotência masculina

Um dos temas que mais aterrorizam os homens é:  a “ impotência masculina”.  A falta de ereção ao tentar um relacionamento sexual é uma das coisas que mais assombram a vida do sexo masculino.

Basta ver o quanto o homem fica incomodado com a pergunta se ele já “falhou” (vulgo “broxou”) em alguma relação sexual. A impotência masculina é (e sempre será) mais do que um tabu, será sempre um “fantasma” para o universo masculino.

Muitos se utilizam de drogas para perder a inibição e ter melhor performance no sexo e a grande ironia é que, em pequenas doses, drogas como o álcool e o cigarro podem vir a aumentar o desejo sexual e a excitação em um primeiro momento.

Acreditar nisto e se valer do uso de substâncias para aumentar a potência é uma grande armadilha, pois, até mesmo sem perceber, a quantidade usada geralmente vai aumentando. No entanto, é comum que o uso abusivo de drogas ou álcool inverta a situação e cause a impotência sexual em muitas relações frustradas.

A comunidade médica alerta que o álcool e a nicotina causam alterações vasculares severas que podem a vir dificulta a ereção. Já a cocaína e maconha, se usadas em altas doses, colocam a libido em um lugar bem distante, assim como a fissura pelo uso de drogas sintéticas, como o ecstasy e o LSD.

Uma grande parcela de homens com dificuldade de ereção recorre a remédios, porém, estes também podem ser grandes vilões para a saúde masculina e podem colocar a vida em risco.

Alguns obstáculos como medo, vergonha, desinformação e erro de percepção impedem o homem de buscar o tratamento adequado ao aparecimento dos primeiros sintomas. Ficam tardando, ignorando a questão, enquanto o problema vai se agravando a cada dia que passa.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, existem hoje no País 6 milhões de homens com disfunção erétil e, ao redor do mundo, o número pode chegar a 300 milhões.

Os homens precisam superar as barreiras e buscar ajuda médica e psicológica para fazerem o tratamento adequado. Quanto mais se demora para buscar ajuda mais sofrimento e transtorno isso representa, não só para eles, mas também para suas parceiras.

A impotência masculina, na maioria das vezes, tem cura e o primeiro passo é o diagnóstico correto. Ou seja, após ser detectada por intermédio de um diagnóstico clínico, existirão vários recursos para tratamento, é necessário apenas coragem para enfrentar os diversos dilemas internos que acompanham a impotência masculina.

Equipe terapêutica
Clínica Grand House
www.grandhouse.com.br
Tel: 11 4483-4524 

Siga-nos em nossas fan pages:
Clínica Grand House
Clínica Grand House – Por Uma Vida Sem Drogas
Por Uma Vida Sem Drogas
O Piloto por Uma Vida Sem Drogas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s